Voltar

Mudar de escola no Ensino Médio: vale a pena?

07 novembro 2017 | Dicas

Mudar de escola no Ensino Médio: vale a pena? 

No fim do Ensino Fundamental, é comum os pais ficarem em dúvida se devem trocar o filho de escola.

Ao final do Ensino Fundamental, é comum que os pais fiquem em dúvida: e agora, devo mudar meu filho de escola no Ensino Médio? E os motivos podem ser os mais variados. Pode ser em busca de uma melhor preparação para o vestibular ou simplesmente porque os filhos querem trocar de ambiente e acompanhar colegas em uma nova instituição. Este desejo de mudança é compreensível, mas será que vale a pena fazer esta mudança e iniciar um novo processo de adaptação?

Segundo a diretora pedagógica do Sistema Positivo de Ensino, Acedriana Vicente Sandi, “O tempo de adaptação numa nova escola pode ser precioso nessa etapa”. Por outro lado, um dos principais pontos a serem considerados, agora, é o quanto a nova instituição está preparada para o Novo Ensino Médio

Trata-se uma reforma na grade curricular, que alterou as Diretrizes e Bases da Educação Nacional e estabeleceu mudanças na estrutura do ensino. Entre as principais mudanças estão: o aumento da carga horária, a adoção de uma base comum curricular e os itinerários formativos, em que o aluno escolhe um percurso de aprendizado que dialogue com seus interesses e aptidões.

Para quem considera a mudar o filho de escola no ensino médio por conta da preocupação com os vestibulares e com o Enem, Acedriana dá duas dicas importantes. A primeira é verificar se a instituição aplica simulados. Depois é importante analisar de que forma ela realiza a correção da redação, que deve passar por um processo individual de avaliação. A especialista também aconselha os pais a conversarem com os filhos para saber sua opinião e discutir as opções.

Concluindo, o mais importante é a trajetória do aluno. Não são apenas os últimos três anos que definem o sucesso dele e, sim, o conhecimento que ele adquiriu desde o início da vida escolar.