Voltar

5 dicas para apoiar seus alunos na reta final de preparação para o Enem

24 agosto 2021 | Sem categoria

O planejamento do professor é essencial para que os estudantes cheguem preparados, tranquilos e confiantes no dia do exame

Fim de ano sempre é um momento importante para os alunos, em especial, para uma parte específica deles: os vestibulandos. É nessa época que, normalmente, eles enfrentam um dos maiores desafios de sua trajetória estudantil: o Exame Nacional do Ensino Médio. Essa é a principal porta de entrada para o ensino superior no Brasil. Portando, a preparação para o Enem é o foco de milhões de alunos que estão em seu último ano de colégio. 

As datas previstas para a realização do exame são 21 e 28 de novembro (Enem impresso e Enem digital). Para ajudar você a orientar seus alunos nesta reta final de preparação para o Enem, o professor Matheus Giovanetti, coordenador da Assessoria de Matemática do Sistema Positivo de Ensino, tem algumas dicas valiosas. Abaixo, resumimos as principais delas. Confira!

Faça um planejamento e um acompanhamento pedagógico

Segundo Matheus, o planejamento e o acompanhamento pedagógico por parte das escolas são ainda mais necessários neste período de isolamento social.

“Ajudar os estudantes a elaborarem um plano de estudos que respeite a individualidade e ritmo de cada um, incluindo hábitos saudáveis como práticas esportivas e alimentação balanceada, é fundamental para essa preparação”.

Oriente os alunos para que eles preparem um cronograma que contemple conteúdos de todas as disciplinas cobradas no exame. É importante criar uma rotina e realizar exercícios diários para identificar os pontos fracos e fortes e, assim, focar os esforços naquilo que ainda precisa ser melhorado. Os jovens também devem praticar a redação, mais especificamente o texto dissertativo argumentativo (gênero cobrado na prova). Escrever sobre os mais variados temas é o que vai deixá-los tranquilos no dia do Enem. 

Apresente a estrutura e as características do exame

Além de dominar os conteúdos e assuntos que são avaliados, é importante que os alunos conheçam a estrutura e as características do Enem. Ele é composto por uma redação e 45 questões no primeiro dia de exame e outras 45 no segundo. Apesar da divisão em áreas do conhecimento (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias), a interdisciplinaridade e a contextualização estão presentes em todas as questões cobradas no Enem. 

Ou seja, a partir de um cenário, o aluno precisa resolver um problema que, muitas vezes, envolve assuntos de mais de um componente curricular. Por isso, é importante que os professores busquem práticas que envolvam essa abordagem. Que tal organizar uma aula conjunta com um professor de outra disciplina? Ou pensar numa proposta de projeto interdisciplinar?

Utilize simulados e provas anteriores

Oferecer a oportunidade para que os alunos realizem simulados e trabalhar questões de provas anteriores é uma excelente forma de contribuir com a preparação para o Enem. Assim, os estudantes vivenciam situações reais dessa maratona que envolve redação e mais 180 questões de múltipla-escolha, segundo o coordenador. 

“É uma ótima maneira de ajudá-los a adquirirem mais segurança e confiança, pois requer preparo mental e físico. Nessas atividades, eles também desenvolvem estratégias para resolução da prova e otimização do tempo”.

Fortaleça a relação com a família para ajudar no equilíbrio emocional dos alunos

Nesta reta final de preparação para o Enem, quando a ansiedade e o estresse aumentam, a família é uma forte aliada para apoiar os alunos e ajudá-los a manter o equilíbrio emocional. Sendo assim, a escola precisa fortalecer a relação de confiança com os familiares. “Preparar esses futuros universitários para o Enem exige esforços de todos os envolvidos no contexto educacional, incluindo alunos, escola e família”, ressalta Matheus.

Palestras, reuniões, disposição e disponibilidade para diálogos são ótimas oportunidades para incentivar a participação dos familiares no acompanhamento do estudo dos filhos como forma de apoiá-los nessa etapa decisiva. Os pais podem conversar com os jovens sobre o que eles estão aprendendo, discutir os temas da atualidade que têm chances de cair na redação e cuidar para que também existam momentos de lazer em equilíbrio com o estudo.

Promova aulas de revisão

Aulas de revisão próximas ao dia do Enem aumentam as chances de sucesso dos jovens. Além disso, uma boa ideia é promover ações como palestras e momentos para esclarecimento de dúvidas acerca do Enem e demais vestibulares. 

As escolas conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino contam com um grande apoio nesse sentido. Com foco na preparação para o Enem e vestibulares, oferecemos lives de revisão, simulados, videoaulas, salas virtuais, plataforma com banco de questões, projetos que visam o bem-estar da comunidade escolar durante a pandemia e muito mais. 

Além disso, por meio de uma parceria com o app Studos, alunos e professores têm acesso a um banco de questões de Enem e dos principais vestibulares.

Para mais dicas como essas, continue nos acompanhando aqui no blog e em nossas redes sociais: YouTube, Facebook e Instagram.